terça-feira, 7 de junho de 2011

Sem negociação!

Eu acredito que tem coisas na vida (principalmente de um projetinho de gente) que não tem negociação.
Aqui em casa sempre que tem algo que o Lucas precisa fazer (tomar banho, trocar de roupa, comer etc) eu não dou opção, já vou logo falando "Filho, vamos tomar banho! Vamos comer! Agora vamos colocar o uniforme porque você tem que ir para escola!" (claro que explico o porque de cada coisa, mas não fico prolongando no assunto). E mesmo que ele proteste, brigue e bata o pé dizendo que não quer, vou lá faço (ou o coloco para fazer) o que é ordenado.
O problema é que o papai não acha que tem que ser assim. Ele sempre conversa com o filhote dessa maneira: "Filho, vamos tomar banho? Você quer jantar? O que você acha de colocar o uniforme?" E sempre ouve um belo NÃO como resposta e aceita. Ainda diz pra mim: "Ah, ele não quer". Ou fica ali tentando convencer a criaturinha a atender seu pedido. E isso me tira do sério.
Hoje pela manhã acordei, troquei de roupa, peguei o uniforme do Lucas, falei com o papai para vesti-lo enquanto eu ia ao supermercado comprar café. Chego 15 minutos depois e os dois continuavam na cama, o Lucas apenas com as calças, deitado na cama, chorando e o papai contando uma resenha para convencê-lo a colocar o resto do uniforme.
Fiquei "P" da vida! Comassim? 15 minutos e só tinham evoluído na calça?
Peguei o Lucas falei com ele que tinha que colocar o uniforme e ponto! Tirei o resto do pijama dele, coloquei a blusa, as meias e tenis. E apesar do protesto do pequeno, não doeu nada e ele parou de chorar.
Mas vê se pode? Um homem de 1,85m tentando convencer um molequinho de menos de 90cm a fazer o que tem que ser feito.
Falei pro meu marido que desse jeito o Lucas é quem vai estar mandando nele daqui a pouco!
Na minha cabeça manda quem pode e obedece quem tem juízo!

6 comentários:

Vanessa Dias disse...

kkkkkkkkk
Concordo. Aqui não é diferente, meu marido é bem mais moleng com o Pedro. Se deixo eles sózinhos Pedro sempre apronta.

Bjs

Ligia disse...

Oi Janna, realmente isso deve ser de tirar a gente do serio. Eu ainda nao passo por isso pois minha pequena tem apenas 3 meses. Mas uma coisa eu sempre digo, MAE EH MAE...nao tem ninguem igual a mae. Tudo a gente que sabe, a gente que manda, a gente que faz. O Papai sempre "estraga" um pouco pois eles nao convivem o tempo todo com as crias, e o tempo que eles tem, eles nao querem "ser chatos" com os filhos. Acho que tambem vou me estressar bastante. Tenha paciencia e com jeitinho as coisas vao se ajeitando. Um bjao e obrigada pela visitinha no meu blog! Volte mais vezes! Bjos

Mon Maternité disse...

Janna... aqui em casa não é muito diferente! O Ramon chama a atenção da Sophia -na maioria das vezes- como se chama a atenção do cachorro "Sophia, aí não!" eu fico muuuito brava! Sobre o uniforme pela manha, agradeça que seu marido coloca a calça... aqui os dois dormem e eu que chegue atrasada no trabalho! Ainda bem que minha chefe é minha mãe, senão eu estava na rua!

Beijos, Má
www.monmaternite.blogspot.com

Joci disse...

Ai Janna!

Comigo é assim também, nada de ladainha e rezar missa para nada, se é hora, é hora e pronto..... assim tudo fica mais fácil, logo eles aprendem que não adianta as lamentações e acabam fazendo tudo na hora que tem que ser feito!

Apoiada!

Beijão

Débora disse...

Acho que vc estar super certa ! Eles esperneiam, batem o pé, mas tem que ir, sim. Não sou caxias, també não gosto de transformar meu filho num robô, mas tem horas (na maioria delas) que a gente tem que se impormesmo,sem negociação...

line. disse...

huahuahua
Janna, homem é assim mesmo... se nao fossemos nos mulheres na vida deles....coitados,rsrsrs
aqui em casa é assim mesmo.... manuela manda no meu marido,rssrsrs...