quarta-feira, 1 de junho de 2011

PERU OU BEBECA?

Aqui em casa os nomes que damos aos digníssimos países baixos, área íntima, órgão genitais, etc são: peru (pênis) e bebeca (vagina).
Então que o Lucas tem demonstrado grande interesse nessa área. 
Ontem pela manhã papai se prepara pra tomar banho e ele vendo aquela coisa pergunta pergunta o que é.
O papai logo diz:
- É o peru do papai, filho! Você também tem peru.
- E mamãe tem peru? _ pergunta o pequeno, no que respondo:
- Não filho, só você e o papai tem peru. A mamãe é menina e e meninas tem bebeca.
Ele faz uma carinha pensativa e depois de algum tempo sota:
- Lucas tem bebeca.
E eu corrijo:
-Não filho, Lucas é menino! Menino tem peru! Você tem peru igual ao papai que é menino.
Pra que fui falar isso! O pequeno fez cara de bravo e continuo firme na sua afirmação:
- Lucas tem bebeca sim! Lucas tem bebeca.
Morri! Será que expliquei mal, eu pensei. Então tive que tirar minha roupa, chamar o papai e todo mundo pelado mostrei pra ele a diferença. Ele não insistiu mais. E eu fiquei tranquila.
Daí que a noite ele sismou que eu tinha peru. Não insisti muito no assunto, na verdade nem dei bola e ficou por isso mesmo. Até que de madrugada escuto ele sonhando e falando "Bebeca" (ele fala dormindo! muito engraçado) e hoje pela manhã ele acorda e pergunta:
- A Bia (coleguinha da escola) tem bebeca?
Respondi afirmativamente e tratei de mudar de assunto.
Depois fiquei pensando, como um assunto tão complexo pôde perdurar tanto na cabecinha de uma bebê de 1 ano e 9 meses? Será que aprofundei demais na primeira conversa? Será que o fato de ele nos ver trocar de roupa, tomar banho conosco tenha influenciado esse interesse prematuro nessa área?
Como devo lidar com isso?
Achei muito engraçado, mas estou confusa com essa situção!

5 comentários:

Mon Maternité disse...

Ha Ha Ha Ha ... ri muuuuito!!! Uma vez, conversei com a moça responsável pelo ministério infantil da minha Igreja, e ela me falou que não devemos infantilizar os nomes dos órgãos genitais ... ha ha ha!! Você acha que eu vou olha pra minha filha e falar: olha essa é sua vulva??!? JAMAIS!

Agora porque ele ficou na dúvida!??! Tomara que ele não chegue na escola e peça pra investigar as fraldas alheias!??!

beijos, Má
www.monmaternite.blogspot.com

Vanessa Dias disse...

Essa curiosidade é normal, eu acho. O Pedro ainda não falou sobre isso, só aponta e o pai fala que o dele é igual ao do papai. Mas não demos nomes. Sabe que nunca parei pra pensar nisso...será que ja é hora de ensinarmos essas diferenças? To na duvida.

Mãe da Tonton disse...

Oi!! Que figurinha heim!! A minha pequena tb tem 1 ano e 9 meses e faz o mesmo tipo de pergunta. Só que como ela tem mano ela teima que tb tem tico. A pequena diz: mãe xixi, pai tico, mano tico e tonton tico... hauauahhauahua
É normal, eles estão descobrindo e aqui em casa tb trato com naturalidade, afinal acho melhor assim, que para ela as diferenças entre mamãe, papai, mano e ton sejam claras mas não choquem. Eu fui criada cheia de pudores não podia ver meu pai ou minha mãe pelados e tal, e acho que durante muito tempo não me fez bem... por isso prefiro que para a Antonella seja algo comum... hehehe
crianças...

Débora disse...

Muito engraçado e complexo esse assunto, viu... acho que vc fez bem em explicar, mas tb acho que ele ainda é muito novinho para entender essas coisas, por isso, melhor não insistir muito no assunto por enquanto... eu acho... beijinhos

Chama a mamãe disse...

Janna,
Tem selinho pra vc lá no meu blog, passa pegar!!!
Que figura o Lucas hein!!!! dei boas risadas..
Bjossssssss