quarta-feira, 15 de junho de 2011

SOBRE FESTAS JUNINAS

Amo festa Junina. Amo o cheirinho da fogueira queimando, das comidinhas deliciosas, as músicas, as danças, as cores das bandeirinhas penduradas na rua.
Quando eu era criança e morava no interior sempre haviam festas que fechavam a rua. Cada vizinho montava uma barraquinha na frente da sua casa e vendia uma comidinha típica, barraquinha de pesca-prêmio ou fazia uma barraquinha de brogodó (que no interior de minas significa prenda. Você compra um papelzinho enrolado e nele contem o nome de algum brinde e você leva o brinde que tirou). E as crianças, todas vizinhas, sempre apresentavam danças bem ensaiadas de quadrilha.
Para todas as crianças a maior diversão era soltar fogos. Traques e biribas ressoavam seus estouros noite a dentro. Lembro que meu pai dava 4 caixas de traques para cada filho (4 filhos) em cada noite que havia festa (imagino que gastava uma fortuna, afinal era quase o mês todo de Julho rolando festas nas paróquias, nas casas dos meus tios, da minha avó...). Todos ficavam eufóricos com o "brinquedo". Menos eu! Sempre fui medrosa! Morria de medo de um traques estourar na minha mão ou no rosto ou em qualquer outra parte do meu corpo. Então eu não soltava os meus traques, ou soltava sozinha, numa brasa bem longe de todos (enquanto que o resto das crianças se estapeavam espremiam ao redor de uma brasa para soltarem seus traques juntas). No final eu sai lucrando com meu medo. Juntava todas as caixas de traques ganhadas durante o período junino e vendia quando ninguém mais os possuía.
Por muitos anos fui taxada pelas crianças e pelos adultos como antissocial. Por muito tempo acreditei que era mesmo. Mas esse meu medo nunca passou. Nunca gostei de fogos. Detesto o barulho, o perigo que ele apresenta. E hoje, com um filho pequeno, tenho ainda mais medo. E as notícias nos jornais só me fazem ter certeza de que tenho razão.
Quero passar toda a cultura das festas juninas para o Lucas, mas não pretendo apresentar para ele os fogos. Não gosto, não acho seguro. E não acho que haja necessidade de fogos de artifício para as crianças se divertirem nessa época do ano. 
E vocês meninas o que acham?

Um comentário:

line. disse...

mooooorro d medo tb... e hj com criança pequena entao.... fico passada qnd a manu ta quase dormindo e alguem solta fogos e acorda ela, aff,rsrsrs